Aloma Felizardo e Coordenadores do Evento
Aloma Felizardo e Coordenadores do Evento



Elenice da Silva, líder do Programa Educadores da Zona Sul do INDV – Instituto Novidade de Vida recebe entre outros Aloma Felizardo do Programa Bullying e Cyberbullying,

Educação que Transforma

O encontro promovido pelo Instituto Novidade de Vida, em parceria com a faculdade Estácio, uniu representantes de escolas e autoridades educacionais.

    Líderes Institucionais, psicólogos, pedagogos, professores, pais e interessados em geral, se reuniram na manhã de sábado, 05/11, para o 5º Encontro de Educadores na Zona Sul de São Paulo. Realizado pelo Instituto Novidade de Vida, em parceria com a faculdade Estácio Interlagos, o evento promoveu palestras e esclarecimentos sobre a educação no Brasil.

    Para o gerente regional da Estácio, Thiago Louzada, temas como esse são importantes para a sociedade. “Nós acreditamos no investimento da educação. Essa iniciativa e parceria com o Instituto é muito válida, pois podemos ir de encontro com a comunidade, verificar quais são suas necessidades. O Instituto Novidade de Vida (INDV) vem com uma mensagem muito profunda, pois além da transformação, eles promovem a renovação”. Compartilhando a mesma opinião, Dalva Alves Santana, representante da Diretoria de Educação da Capela do Socorro, através do CEFAI (Centro de Estudos da Família, Adolescência e Infância), acredita nesse movimento. “É um prazer estar aqui! Espero que os educadores ouçam, pensem e reflitam sobre seus papéis na sociedade. Eu acredito na unidade, pois sozinhos não conseguimos fazer muita coisa. Nós temos que fazer a diferença todos os dias, em todos os lugares em que estivermos”.

    O encontro contemplou três palestras: Geração Y: Educando esta geração para uma conduta ética virtual, ministrada pela pedagoga Profª Aloma Ribeiro Felizardo, Profecia auto-realizadora: transformando vidas e quebrando paradigmas, trabalhando com as competências de cada um, pela graduanda em psicologia, Denise Levi, e Restaurando a paz nas escolas: combatendo o bullying através de princípios e métodos da Justiça Restaurativa, retrata pela pedagoga Profª Elenice da Silva.

    “Para nós do Instituto Novidade de Vida esse projeto é muito importante. Pois como Instituição acreditamos na transformação através da educação”, diz Cida Viana, coordenadora do INDV. “Queremos uma nação alcançada e restaurada”, conta. Com o mesmo anseio, Eloi Ferreira Barbosa, pastor e presidente da ONG Impacto, situada em Embu-Guaçu, acredita que momentos como esse, podem transformar. “Vou levar experiência, bagagem, algo que me ajudará minha Instituição. As famílias da região do Embu estão muito isoladas, e através da educação podemos passar questões políticas, sociais e religiosas a eles”.

    Com sorteios, coffebreak, estandes e presentes, o evento recebeu o mestre de cerimônias Vilson Duvalle e o maestro Gerson Gonçalves, ambos voluntários do Instituto. Pela ausência do preletor, AP. Paulo de Tarso, o encerramento foi dado pelo pastor Fábio Souza, membro da Igreja Novidade de Vida, uma das mantedoras do INDV.

Pequenas atitudes, grandes mudanças

    “Minha palestra trata a impressão que passamos para as pessoas”, diz Denise Levi. “Nossa expectativa com o próximo influencia as atitudes dele conosco. E isso é muito interessante por se tratar de um tema que vai além das escolas, mas está no dia a dia de cada um. A expectativa que crio com meu marido e filhos, com meu colega de trabalho, no âmbito acadêmico, tudo influencia a maneira em que cada um se comportará comigo”.

    Elenice Silva, pedagoga e palestrante, afirma “queremos pontuar com os educadores, pais, com todas as pessoas envolvidas com crianças e jovens, que podemos promover mudanças de atitudes. Podemos quebrar paradigmas, dar um novo olhar a vida. Queremos incentivá-los a fazer algo, queremos mostrar que a transformação é possível”. Satisfeita com o encontro, a professora Cláudia compartilha “vim para conhecer o sistema de justiça restaurativa, e a palestra me surpreendeu”, conta. “Foi melhor do que eu esperava, um aprendizado grandioso”. Para o engenheiro Rodrigo, participar do encontro mudou sua maneira de pensar “eu lido com crianças e às vezes ocorrem situações de conflito que preciso resolver. A palestra abriu minha mente”.

    “Eu vim participar de um evento e estou levando muito mais”, diz Mauricélia, dona de uma escola infantil na capital paulista. “Estou levando conhecimento, aprofundamento no que eu já acreditava”. Como ela, Renata Viana, professora há 22 anos, acredita ter sido um dia proveitoso “para nós é sempre produtivo, aprendemos mais, revendo alguns conceitos, reciclando conhecimento”.

    A palestrante Aloma acredita que momentos como esse motivarão educadores e pais a verem um novo foco na educação, um novo diálogo. “Queremos paz sobre essa nação”, diz a pedagoga. “O meu desejo é que a Zona Sul seja um marco dentro de São Paulo, dentro do Brasil. Que sejamos modelos para esse maravilhoso país”, finaliza sorrindo.

Fonte: www.institutondv.com.br

Aloma apresentando a palestra


Público assistindo à palestra

Voltar